Voluntários de empresa local atuam no Lar Nossa Senhora de Fátima

Na última sexta-feira, grupo de 19 empregados e terceiros da LafargeHolcim criaram horta comunitária, revitalizaram área de lazer e realizaram atividades lúdicas com 65 idosos

A LafargeHolcim realizou na última sexta-feira (18), no Lar de Idosos Nossa Senhora de Fátima, em Barroso, uma ação de voluntariado. A ação contou com a participação de 19 empregados e terceiros da fábrica para a produção de uma horta comunitária, na revitalização da área de lazer, na pintura das paredes e bancos, e na realização de atividades lúdicas com os 65 idosos atendidos pela entidade filantrópica.

Ao som de música ao vivo, cantada pelos voluntários, os idosos se divertiram com atividades de desenho, pescaria, pintura de unha e maquiagem. Os idosos também participaram do plantio das hortaliças, com a responsabilidade de cuidar e manter a horta. Foram produzidos canteiros com alface, jiló, couve, manjericão, cebola, agrião, rúcula, brócolis, beterraba, abobrinha, repolho, salsinha e tomate.

Segundo Gilcimara Faria, psicóloga do Lar Nossa Senhora de Fátima, ações como essas promovem a valorização pessoal por meio da troca de informações e experiências pessoais, seja no manejo da horta ou nas questões de âmbito sociocultural e contribui para a construção do ser. “A troca de conhecimento entre os voluntários e os idosos aumenta a autoestima, pois estes se sentem valorizados. Assim, percebe-se que as atividades desenvolvidas no projeto melhoram as ações desenvolvidas na atividade de vida diária dos idosos”, disse a psicóloga.

O objetivo da ação, que faz parte do Programa de Voluntariado da LafargeHolcim, é contribuir com a qualidade de vida dos idosos e também estimular a participação cidadã de empregados e terceiros em atividades voluntárias. “O Programa de voluntariado da LafargeHolcim dá uma excelente oportunidade a nós funcionários de contribuirmos mais na comunidade onde vivemos e exercermos mais a nossa cidadania. Estamos felizes com os primeiros resultados deste nosso programa”, diz Juliano Menezes, gerente da LafargeHolcim de Barroso. Por meio da criação da horta, por exemplo, os idosos poderão utilizar o espaço para cultivo, socialização, educação alimentar e atividades terapêuticas.