Corredores superam seus limites no 3º Desafio das 6 Horas

Foi disputado, neste sábado, no Restaurante Fazenda do Banco, em Prados, o 3º Desafio das 6 Horas, prova que desafiou a resistência de cerca de 70 atletas, de 16 cidades, que tinham como objetivo dar o maio número de voltas em um percurso de 6 Km, com muitas trilhas e um clima bem quente, aumentando ainda mais a dificuldade.

A novidade deste ano ficou por conta da categoria revezamento, que aumentou ainda mais a competitividade da prova, reunindo duplas que estraçalharam o recorde de distância percorrida no tempo de prova.

Carlos Eduardo, bicampeão da prova, com 60 Km percorridos

Na categoria solo, tanto no masculino, como no feminino, o evento consagrou dois bicampeões. No masculino, Carlos Eduardo Campos, de Lagoa Dourada, percorreu 60 Km em 5h56, completando 10 voltas no percurso. Acostumado a disputar as maiores ultramaratonas de montanha do Brasil, o atleta da Equipe Novo Amanhecer deu o mesmo número de voltas de 2016 e levou o título mais uma vez. O dorense Moisés Felicidade foi o vice-campeão, completando também 10 voltas e 60 Km, porém com o tempo maior, de 6h20. Wesley Silva, da equipe Tirarunners ficou com a 3ª colocação, com nove voltas, 54 Km em 5h54.  O atleta Arilson Andrade ficou com a 4ª colocação, com 9 voltas e 54 Km, em 5h22, pouco à frente do 5º colocado, Renan Quirino, com o mesmo número de voltas.

Magda Orlando, bicampeã, com 48 Km percorridos

No feminino, a são-joanense Magda Orlando também foi bicampeã, completando oito voltas e 48 Km em 5h53, uma volta a mais que no ano passado. Ela foi seguida pela barrosense Dercilene Terezinha, que completou sete voltas e 42 Km, com o tempo de 5h42. E 3º lugar ficou a ultramaratonista Luciana Aragão, de Belo Horizonte, com sete voltas em 6h11. A são-joanense Jucélia Silvério ficou com a 4ª colocação, completando cinco voltas em 3h13. A dorense Flávia Moreira completou o pódio, com cinco voltas em 4h01.

Dupla campeã. José Luiz e João Francisco, com 78 Km percorridos

No revezamento, uma disputa acirradíssima marcou a competição. Os campeões estraçalharam o recorde de distância da prova, que é de 60 Km. João Francisco e José Luiz, de São João del-Rei, percorreram incríveis 78 Km, completando 13 voltas, em 6h01 de prova. Em 2º lugar geral ficou a dupla da equipe Novo Amanhecer, formada pelos atletas Leonardo Teixeira, de Resende Costa e Anderson Julião, de Prados, que completaram 12 voltas, 72 Km, em 5h41. Pelo regulamento, o tempo limite para abrir a última volta era de 5h40. EM 3º lugar ficou a dupla da equipe Tirarunners, Daniel Furtado e Simão Pedro, que completaram também 72 Km, 12 voltas, em 6h12. Na 4ª colocação ficou a dupla de barrosenses da Equipe Óliver, formada por Kelperson Wyllians e Marcelo Oliveira, que também completaram 12 voltas, 72 Km, em 6h23. Lembrando que Kelperson é atleta apoiado pela Academia Saúde & Movimento. Fechando o pódio, os irmãos gêmeos Elmo e Ésio, da equipe Novo Amanhecer, ficaram com a 5ª colocação, com 11 voltas, 66 Km, em 6h16.

Pódio feminino solo
Pódio masculino solo
Pódio revezamento
Dupla feminina

Nas duplas femininas, houve a participação apenas de Pâmela e Maria Rita, que completaram 6 voltas, 36 Km, em 5h37, conquistando o 1º lugar.

O evento tem como organizador o dorense Nilton Ribeiro, que espera aumentar o limite de atletas para 2018 e tornar o evento ainda mais competitivo, desafiando o limite dos corredores. O evento contou com apoio da Prefeitura de Prados. Confira mais de 900 fotos da prova, na página do Jornal Primeira Página Esportes, no Facebook. Clique aqui.