Câmara de Barroso manifesta apoio à manutenção da 344ª Zona Eleitoral no município

Na reunião ordinária do dia 03 de agosto, o Presidente da Câmara Municipal de Barroso, Vereador Baldonedo Arthur Napoleão, anunciou a criação de uma Comissão Especial que tem por finalidade acompanhar a questão do Rezoneamento Eleitoral proposto recentemente pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que poderia, em tese, dar fim à 344ª Zona Eleitoral (ZE) de Barroso.
Instituída a partir da Portaria nº 32/2017 e composta pelos vereadores Állan Campos e Eduardo Ferreira Pinto e presidida pelo próprio Baldonedo, a comissão vem trabalhando para a efetiva permanência 344ª ZE no município. Uma reunião com o Chefe do Cartório Eleitoral de Barroso, senhor Sirley José Domingos, e encontros entre os membros da comissão tiveram como efeito o ofício nº 55/2017/GP, encaminhado ao Presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), senhor José Edgard Penna Amorim.
O ofício enviado ao Tribunal destaca, dentre vários pontos, o apoio do Legislativo Municipal à Zona Eleitoral instalada em Barroso, bem como planos de manutenção e ampliação do Cartório Eleitoral do município, para que possa, inclusive, acolher outras cidades da região, ampliando o número de eleitores atendidos. Conforme divulgado pelo próprio TRE-MG, atualmente a 344ª ZE tem 17.727 eleitores cadastrados. De acordo com o texto da Resolução nº 23.422/2014 do TSE, em síntese, cada zona eleitoral deve ter entre 100 mil e 200 mil eleitores.
No que se refere a Barroso, no entanto, alguns fatores e peculiaridades podem fazer com que o município não seja enquadrado na decisão e é por este motivo que a Câmara de Vereadores tem trabalhado, buscando maior conforto e facilidade na prestação dos serviços pertinentes à população. “A nossa intervenção já foi feita e enviada ao TRE-MG. Agora esperamos que possamos ser efetivamente atendidos e que Barroso continue contando com a presença do Cartório Eleitoral, que presta relevantes serviços à nossa comunidade”, ressaltou Baldonedo.