Vacinação antirrábica imunizou mais de 3600 animais em Barroso

O relatório da campanha de vacinação antirrábica divulgado pela Vigilância Epidemiológica de Barroso mostra que, ao todo, 3675 animais foram imunizados contra a raiva no município, sendo 3087 cães e 588 gatos. Ainda de acordo com o relatório, 82 cães que vivem nas ruas foram também imunizados. A maioria dos animais, 2738, vivem na parte urbana da cidade, enquanto 937 são da zona rural.

A campanha teve início no dia 08 de maio e terminou no dia 23 de junho. O objetivo foi imunizar a maior parte dos animais no município contra o vírus da raiva, evitando sua transmissão aos seres humanos. A campanha atingiu todos os bairros e a zona rural. Seguem, abaixo, as tabelas que detalham os resultados em cada localidade:

Embora, nos dias de hoje, a raiva seja uma doença considerada um tanto incomum, ela ainda é tida como uma grande preocupação por parte dos donos de pets. Incurável nos animais e fatal em 100% dos casos, a doença é uma zoonose e, portanto, também pode afetar os seres humanos – sendo que a vacina antirrábica é, ainda hoje, a sua única forma de prevenção.

Transmitida por meio da saliva dos animais contaminados, a raiva é passada, principalmente, pela mordida dos animais doentes – sejam eles gatos ou cães. Nos cachorros e no homem, o vírus da doença pode permanecer encubado por até 2 meses antes que os seus sintomas (também bastante similares) comecem a aparecer; sendo que, nos gatos, a doença destaca sinais diferenciados, mas não menos agressivos.