Emater – Barroso orienta sobre cultivo de hortas domésticas

Foto ilustrativa
O cultivo de horta é uma excelente opção de aproveitamento de vários espaços para a produção de hortaliças de modo saudável. Para isso alguns critérios devem ser considerados para escolha do local da horta:
• Estar livre de encharcamento;
• Receber luz do sol durante todo o dia;
• Terreno plano ou levemente inclinado;
• Disponibilidade de água boa para as regas;
• Ficar afastado, por pelo menos 5 metros de instalações sanitárias.
As mudas podem ser adquiridas ou produzidas em sementeira própria, para isso é necessário buscar orientação quanto a construção de sementeira ou aquisição de mudas. É importante planejar a formação da horta com certa antecedência para evitar falhas no uso dos canteiros.
A área da horta deve estar limpa (capinada), o material gerado pela limpeza deve ser reservado numa parte do terreno, onde futuramente poderá ser usado como adubo orgânico.  O solo necessita ser cavado ou arado na profundidade de 20 centímetros, procurando desmanchar torrões, deixando a terra livre de entulhos e afofada para o cultivo.
No caso de áreas inclinadas, a posição do comprimento dos canteiros deve ficar atravessado em relação à caída do terreno, para evitar danos pela ação das águas. As dimensões recomendadas são: 15 a 20 centímetros de altura, e comprimento variável conforme a condição do terreno, no caso da largura é recomendável 1 metro e a distância entre um canteiro e outro de 30 a 40 centímetros. A dosagem de adubo varia conforme as condições de fertilidade do solo e características da hortaliça, para isso procure orientação técnica. 
Para que as plantas cresçam sadias, é fundamental que recebam regas diárias, geralmente, um metro quadrado de área cultivada necessita de 2 a 5 litros de água por dia. Considerando as características da planta, do solo e época do ano.
O mato que crescer entre as plantas de ser retirado para não causar danos ao crescimento das hortaliças, a frequência de capina é variável, dependendo do ciclo de cultivo de cada hortaliça.
No caso de doenças sempre usar técnicas preventivas contra o ataque de pragas e doenças, no caso de controle, poderão ser utilizadas caldas e produtos alternativos, elaboradas com produtos naturais, para isso é importante buscar a opinião de um técnico.
Após cada colheita, é recomendado alternar o cultivo da área com o plantio de hortaliças de famílias botânicas diferentes, para evitar a propagação de doenças e pragas. Em caso de dúvidas, entrar em contato com o técnico da EMATER-MG.
Alysson Luciane Ferreira
Técnico da Emater

Comente e compartilhe esta notícia no Facebook do Jornal Primeira Página!

————————————————————————————————— 
Curta a página da Academia Saúde & Movimento no Facebook

—————————————————————————-

 —————————————————————————————–
Image and video hosting by TinyPic
Acesse: www.newperception.com.br
——————————————————————–


Leave a Reply