Equipe de barrosense fica em segundo em competição nos Estados Unidos

O barrosense Mateus Soares Rodrigues, estudante de Engenharia Elétrica da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), revelou com exclusividade ao departamento de Jornalismo da Rádio Liberdade FM em Barroso que a equipe Trem Ki Voa Micro conquistou o segundo lugar geral no SAE Aero Design East®, competição que aconteceu entre os dias 13 e 15 de março, em Lakeland, na Flórida, Estado Unidos. A notícia veio neste Domingo, mas a emissora já monitorava os resultados dos brasileiros desde a sexta-feira, primeiro dia de competições, quando a equipe ainda ocupava o quinto lugar e esperava melhorar os voos de sábado e domingo.

O barrosense deu detalhes sobre a participação na competição internacional. “Começamos os voos em quinto lugar no geral. No sábado dormimos em terceiro e neste domingo chegamos ao segundo lugar. Em primeiro ficou a Universidade da Geórgia e em terceiro uma universidade da Polônia. Ficamos com o segundo lugar geral, primeiro lugar em maior carga paga e terceiro lugar em maior fração de carga paga. A equipe ganhou um troféu para cada premiação e cada membro ganhou uma medalha por premiação”, revelou Mateus.

O futuro engenheiro ainda falou da emoção de ter conquistado o feito. “Estamos muito felizes com a posição final. Comecemos em quinto e fomos subindo degrau a degrau até o segundo lugar. As equipes americanas tiveram mais de seis meses para desenvolverem o projeto e a gente só teve dois meses e meio. Foi extremamente trabalhoso, não tivemos férias, mas o esforço valeu muito a pena”, concluiu o barrosense.

Os integrantes da equipe Trem Ki Voa Micro foram para os Estados Unidos representar a UFSJ na disputa da competição mundial de aerodesign (relembre aqui). O evento consiste em um desafio de engenharia aeronáutica e visa a criação de uma aeronave não tripulada, controlada via rádio, para transporte de carga. A equipe garantiu a participação depois de vencer outras 25 concorrentes na 16ª competição SAE Brasil Aerodesign, que reuniu mais de 1500 alunos de engenharia de todo o país em São José dos Campos no fim de 2014. Para a disputa do mundial, foi preciso desenvolver um novo projeto, atendendo ao regulamento internacional.
 
Na foto, Mateus exibe, com orgulho, o projeto de sua equipe e a premiação recebida na competição.

Leave a Reply