César Menotti & Fabiano falam ao Primeira Página

A dupla sertaneja César Menotti & Fabiano, que se apresentou em Barroso na noite da última sexta-feira (26), concedeu entrevista ao Jornal Primeira Página e à Rádio Liberdade FM. O encontro aconteceu no camarim da dupla, minutos antes do show que aconteceu no parque de exposições da cidade.

O jornalista Rhonan Moreira Neto perguntou a Fabiano sobre a história do Sertanejo Universitário, citando o pioneirismo do gênero à dupla João Bosco & Vinícius. No entanto, o repórter lembrou que foi um CD gravado pelos irmãos Menotti, no início dos anos 2000 em Belo Horizonte, que alavancou a dupla e também que difundiu o estilo pelas cidades do interior. Fabiano respondeu que a dupla já fazia muitos shows em BH, mas que esse disco gravado na capital mineira, na casa Observatório, que começou a divulgar o trabalho da dupla dentro de Minas e também em Goiás. “Ele é um divisor de águas na nossa vida, começou com ele”, declarou Fabiano.

César Menotti, que é também violeiro, foi perguntado sobre levar a tradição da viola ao público mais jovem. “Sou um apaixonado pela viola caipira e a gente tem que ter muita sabedoria para usar esse instrumento, indo devagar, preparando as pessoas para levar a raiz da nossa música. A gente procura manter a origem da nossa música sempre em evidência”, comentou ele.

Rhonan, César Menotti, Wanderson Nascimento e Fabiano

Sobre o trabalho recente da dupla, o disco Memórias Anos 80 & 90, lançado no meio deste ano, no qual fazem uma homenagem aos clássicos sertanejos das décadas de 1980 e 1990, os irmãos falam do sucesso do projeto junto ao público. “A aceitação das pessoas se mostra no sucesso das vendas. Já atingimos o CD duplo de ouro e os pedidos foram tantos que vamos gravar agora em novembro um DVD com essas músicas. Atingimos um número que não esperávamos. Tá tocando, tá vendendo, o povo tá gostando e pedindo o DVD e a gente vai gravar agora”, finalizou Fabiano. Além do CD duplo, “Memórias Anos 80 & 90” também tem uma edição em vinil duplo, resgatando o formato de comercialização das músicas nas décadas passadas, para alegria dos colecionadores e amantes da música sertaneja.

Confira, abaixo, à sonora da entrevista da dupla com o jornalista Rhonan Moreira Neto:

Leave a Reply