Membros da Ascab pedem paciência à população com relação à coleta

Os catadores da Associação dos Catadores e Recicladores de Materiais Reaproveitáveis de Barroso (Ascab) informam à população barrosense que o recolhimento do material reciclável está comprometido na cidade devido ao fato do caminhão que acompanha os catadores na coleta estar em oficina especializada, realizando uma revisão.

Os trabalhos não foram paralisados. No entanto, é impossível para os catadores realizar a coleta com uma abrangência maior. Além disso, os catadores não tem condições de carregar todo o material sem o apoio do veículo. Segundo apurado pela reportagem do Jornal Primeira Página, às vezes um caminhão que presta serviços para a prefeitura passa e recolhe o material. Porém, quando isso não acontece os catadores acabam perdendo o que foi captado nas rotas de coleta.

Segundo os membros da Ascab, alguns moradores estão reclamando da deficiência na coleta e, com isso, colocando o material reciclável direto no lixo, que é recolhido junto com o que não pode ser reciclado, e os catadores acabam sendo prejudicados, especialmente na questão financeira, já que dependem da venda do que coletam para levar o salário para casa. A Ascab pede aos barrosenses que aguardem um pouco mais, mantendo o material reciclável em suas casas, para posterior coleta.

Outro problema enfrentado pelos membros da Ascab diz respeito a um homem que passa em um veículo próprio e leva com ele o material separado pelos moradores para a associação. Os catadores informaram que o homem possui dois carros e que usa de má fé ao recolher o material disponibilizado para os associados.

Leave a Reply