Médica que trabalhou na região é presa por mandar cortar pênis do ex-noivo

Foto: Reprodução / Facebook

A médica Myriam Priscilla de Rezende Castro, de 34 anos, foi presa na manhã de ontem (01/04) em São Paulo. Ela foi condenada a cumprir seis anos anos de reclusão por ter contratado três homens para cortar o pênis de seu ex-noivo. A notícia foi divulgada no site BHAZ.

De acordo com o Portal Dores de Campos, a médica chegou a trabalhar na Policlínica de Dores de Campos no ano passado, através de um contrato assinado entre a Prefeitura Municipal da cidade vizinha e a Fundação de Apoio ao Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora.

Segundo o portal BHAZ, o crime foi cometido em Juiz de Fora,  no ano de 2002. A vítima, Wendel José de Souza, rompeu o noivado com Myriam três dias antes da data em que os dois se casariam. Revoltada, a médica contou com a ajuda do pai, Walter Ferreira de Castro, para contratar dois homens que mutilaram o ex.

Myriam se mudou para Barbacena após o fato, onde continuou atuando como clínica geral até o final de 2013. A transferência para Pirassununga, no interior de São Paulo, ocorreu imediatamente após sua sentença transitar em julgado, confirmando a pena de seis anos de reclusão devido à prática do crime de lesão corporal gravíssima.

Leave a Reply