Palavra do Governador. Anastasia fala sobre regionalização da saúde e destaca programas “Ver Minas” e “Mães de Minas”

De acordo com governador, ações buscam elevar qualidade da saúde pública em todas as regiões do Estado

A saúde pública tem se revelado um grande desafio em todo o Brasil. Mas, em Minas Gerais, com planejamento e investimentos, o Governo do Estado busca melhorar cada vez mais esse serviço, reivindicação permanente de toda a população. Um dos exemplos é a criação de um novo programa que tem oferecido aos mais idosos serviços na área de oftalmologia – o Ver Minas, um dos destaques do Palavra do Governador desta semana. Nesta edição, Antonio Anastasia explica o objetivo e a realização da iniciativa e de outras ações realizadas pelo Estado em prol do bem-estar e da saúde dos mineiros.

“Percebemos que, na população, especialmente entre as pessoas acima de 50 anos de idade, os problemas de visão começam a acontecer. E muitos dos mineiros, lamentavelmente, vivem sem acesso aos consultórios, aos oftalmologistas. Com esse objetivo, criou-se o programa Ver Minas, que consiste em dois grandes veículos, muito bem aparelhados, com pessoal qualificado e competente, percorrendo Minas Gerais com a realização de consultas, diagnósticos e até cirurgias”, afirma Anastasia.

E não é só a população mais idosa que tem recebido atenção do Estado. Outros programas na área de saúde são voltados para aqueles que são o futuro de Minas Gerais: as crianças. O Mães de Minas, por exemplo, tem o objetivo de assistir as gestantes durante todo o período de gravidez e nos primeiros meses de vida do bebê. As iniciativas ligadas a esse projeto vêm despertando a atenção de todo o Brasil por causa dos resultados alcançados.
“O Mães de Minas significa esse acompanhamento pré-natal bastante minucioso, com orientações pessoais e telefônicas dos especialistas para as gestantes. O objetivo é que elas tenham uma gestação sem riscos – e, havendo os riscos, é claro, que tenha toda a orientação e o tratamento necessários para que o parto corra bem e para que aquela criança nasça com saúde e tenha o primeiro acompanhamento. O Mães de Minas já vem apresentando excelentes resultados, tanto que, felizmente, as estatísticas da mortalidade infantil em nosso Estado vêm caindo nos últimos anos”, explica o governador.
Os dois programas se unem a outras ações do Governo de Minas para a melhoria da saúde pública em todo o Estado com o objetivo de preservar o bem maior do ser humano: a vida. Na última semana, por exemplo, o governador deu ordem de início para construção de mais um hospital regional, no município de Teófilo Otoni (Vale do Mucuri), que fará parte de uma grande rede de saúde que atenderá a toda Minas Gerais.
“O Governo do Estado resolveu investir também em grandes hospitais regionais, hospitais referências, de alta complexidade, que possam atender não só à cidade grande, mas a toda a própria região. É uma grande rede estadual que permite que as pessoas que necessitam de um atendimento de mais alta complexidade não precisem se deslocar até Belo Horizonte”, esclarece.

Leave a Reply