Fala, cidadão!

As redes sociais são excelente ferramentas para o exercício da democracia participativa. Nelas, organizamos manifestos, reunimo-nos em grupos com interesses comuns e também partimos dessas organizações para atuar de forma significativa ou dar ecos às nossas ideias e reivindicações.
Por isso, o grupo “Reclame aqui! Problemas da cidade (Barroso)”, no Facebook, constitui uma importante ferramenta para que seus membros possam se manifestar. 
Não vamos, aqui, citar os nomes dos cidadãos, apenas suas reclamações ou sugestões, apesar de o Facebook ser uma rede social gratuita e o grupo é aberto à participação de qualquer usuário da rede social.
O objetivo deste espaço, além de dar voz ao cidadão, é também funcionar como uma plataforma de utilidade pública, para que as autoridades  tenham mais uma forma de tomar ciência dos problemas dos cidadãos.
Uma das reclamações deste mês vem do bairro da Praia. “Gostaria de saber quanto tempo mais vai demorar para chegar a iluminação pública na rua da casa da minha mãe? Na Rua José Pires Sobrinho, no Bairro da Praia, porque já faz mais de dez anos e nada, até hoje!”, afirma a internauta.
Outra reclamação, também referente ao mesmo bairro, diz respeito à falta de pavimentação das ruas da parte alta.  “Queria muito saber por onde andam nossos legisladores, que nunca mais apareceram aqui no bairro da Praia, precisamente na parte alta, que está uma vergonha. Carros que descem, não sobem e os que sobem, não descem”, declara, indignada, a moradora.
Outra reclamação vem do bairro Arthur Napoleão. “Gostaria de saber até quando a população do bairro Arthur Napoleão vai continuar com este mau cheiro deste lixão que eles, a prefeitura e os demais, estão jogando aqui. Onde estão os responsáveis pelo meio ambiente? Cadê vocês?”, questiona.
Um morador do Irmãos Pinto reclama dos buracos na rua. “Moro na rua Vereador Natanael de Oliveira e venho falar sobre os buracos feitos pela prefeitura na minha rua. Já faz uns dois meses que o pessoal da Prefeitura veio aqui, fez grandes buracos na rua e deixou desse jeito, sem a colocação do asfalto. Com as chuvas, os buracos ficam cheios de água e barro, vindo a estourar pneus de carros que passam por lá, conforme aconteceu comigo. (…) Só comecem um serviço se tiverem condições de terminar, e não deixem pendências, vindo a prejudicar os moradores da região”, protesta o morador do bairro Irmãos Pinto.
Há, ainda, um forte movimento contra a aplicação de anticoncepcionais em 
cadelas de rua, medida adotada pela Prefeitura. “Não usem anticoncepcionais em seus animais, pois pode gerar tumor mamário e infecção no útero”, afirma uma integrante do grupo. Outro membro concorda. “Um cão com tumor andando pelas ruas, já vimos que é algo triste e sofrível”.

Leave a Reply