Barroso participa pela 1ª vez do Festival Happy Hour

Foto: Íris Marinelli Pedini
A segunda edição do Festival de Cultura e Gastronomia Happy Hour terá um grande aumento de participantes. Após o bom desenvolvimento do evento em seis municípios da região em 2013, a organização ampliou para 12 o número de municípios. Essa iniciativa tem a finalidade de agregar maior diversidade ao roteiro cultural e gastronômico da região.
Com isso, o festival, que acontece entre 10 de janeiro e 02 de fevereiro, pretende contribuir com a divulgação da cultura local e estimular a circulação de turistas e moradores entre os estabelecimentos cadastrados nos 12 municípios.
De acordo com o coordenador geral do evento, Adriano Margotti, a intenção é levar o evento para os municípios vizinhos, valorizar a cultura imaterial da gastronomia regional e conhecer as raízes gastronômicas de Minas Gerais. “Isso cria um novo leque de oportunidades para explorarmos a riqueza da culinária mineira”, informa.
Além disso, a escolha dos queijos de Minas Gerais como ingrediente-tema do festival reconhece e fortalece a tradição centenária de produção queijeira no estado. O queijo Minas Artesanal tem uma historia de mais de 300 anos e foi o primeiro queijo elaborado no Brasil colonial e consumido em grandes quantidades na cidade imperial do Rio de Janeiro.
     Participando do Festival Happy Hour pela a primeira vez, Barroso é um município que vem crescendo, impulsionado pela indústria de cimento que atrai pessoas de diversas áreas em busca de oportunidades de emprego. Barroso também ostenta várias iguarias gastronômicas como o delicioso “Chico Paio”, um caldo de feijão branco, com frango, bacon e linguiça calabresa.
Ainda em meio as comemorações de seus 300 anos, São João del-Rei tem destaque especial no evento. Local de muitas lendas, personagens memoráveis e instituições centenárias que se mantêm fortes até os dias atuais, São João foi escolhida Capital Brasileira da Cultura de 2007.

Leave a Reply